Como tratar a dor de garganta no verão

Os meses mais quentes, as férias na praia, podem trazer surpresas inesperadas. A dor de garganta associada com as constipações e resfriados normalmente ocorre no inverno. Mas, também no verão, este problema ocorre com alguma frequência.

As razões são várias. Fique a saber algumas das principais causas da dor de garganta do verão, e como alguns remédios caseiros podem aliviar e combater a dor e inflamação.

Quando a garganta dói devido ao ar condicionado

A utilização excessiva do ar acondicionado acarreta infecções respiratórias. É um facto comprovado que o uso destes equipamentos aumenta as dores de garganta no verão, causando faringite e laringite. Isto porque o ar frio e seco que sai destes aparelhos tende a secar as mucosas da garganta, diminuindo assim as defesas do nosso corpo.

As mudanças rápidas de temperatura causa irritação na garganta. No verão é normal que o nosso corpo esteja exposto a altas temperaturas, sobretudo quando estamos ao ar livre, mas depois ao entrarmos em ambientes com ar condicionado, como supermercados, comboios, autocarros, restaurantes ou hotéis, ou até as próprias casas e carros privados, faz com que o corpo, mas sobretudo a garganta, sofra com as mudanças bruscas de temperatura, que passam rapidamente de 30º a 18° C.

Além disso, o pó, bactérias e ácaros que se alojam nestes tipo de equipamentos pode contaminar o ar que respiramos e contribuindo ainda mais para irritar a garganta.

Outras causas das dores de garganta dos meses mais quentes são a poluição do ar, o fumo do tabaco e os ambientes carregados, a mudança de temperatura à noite, especialmente depois do pôr-do-sol, as bebidas geladas, tudo isto pode afetar as mucosas, diminuindo as nossa defesas.

O que fazer para tratar a dor de garganta de verão

As bebidas quentes é o que há de melhor para a dor de garganta, neste caso os chás fazem maravilhas e podem curar as dores de garganta dos meses mais calorosos. O chá de malva selvagem e salva são os mais indicados para este tipo de queixas.

O chá de malva não deve ser fervido o aquecido em demasia, porque senão, perdem-se as propriedades benéficas como as mucilagens da planta e o chá já não tem efeito curativo. Para a sua preparação deitar 2 colheres de chá cheias de malva selvagem em um quarto de litro de água fria e deixar descansar durante 8 horas ou toda a noite. Em seguida, coar e aquecer apenas levemente (é importante que seja só aquecer e não ficar quente ou ferver) e beber pouco a pouco aos sorvos.

Outro chá que também pode ajudar a é o chá de salva ou sálvia. Preparação: deitar 1 colher de sopa de folhas de sálvia numa chávena e juntar uma chávena de água fervente, deixe-o coberto por 8 minutos, coe e beba morno.

Gargarejos com aloé vera 

A aloé vera pode ajudar a aliviar a dor de garganta de verão. Com o sumo 100% puro de aloé vera faça gargarejos de hora em hora todos os dias. Graças a um dos seus ingredientes, o acemannan, contido no gel da folha de aloé vera, é o responsável de combater a inflamação na faringe, acalmando as mucosas e a dor na garganta. Por isso o sumo deve ser puro elaborado com gel puro de aloé vera para conter esta e outras propriedades medicinais.

Envoltório quente com banha de porco

Manter o pescoço quente e protegido do frio é uma das melhores medidas contra as infecções das vias respiratórias. Um remédio caseiro muito antigo é o envoltório com banha de porco ou gordura de porco. Derreta a gordura de porco numa frigideira, depois deite a gordura derretida num pano e enrole-o à volta do pescoço o mais quente possível. Mas tenha cuidado para não estar muito quente, para evitar queimaduras. Cubra com um cascol de lã e deixe ficar toda a noite. Os envoltórios quentes devem ser colocados no peito antes de ir para a cama.

Mais dicas para curar a dor de garganta nos meses quentes

  • Dissolva três colheres de sopa de argila com água morna até ficar uma papa espessa, espalhe sobre um pano e enrole no pescoço. Cubra depois com outro pano e quando estiver seco, remova e renove a aplicação.
  • Deite num copo com água morna 15 gotas de tintura de própolis, mexa e faça gargarejos todas as manhãs e à noite. Além de tratar, também tem efeito preventivo.
  • Misture 2 colheres de sopa de vinagre de maçã num quarto de litro de água morna e enxágue a boca e garganta a cada hora. Assim, fungos e bactérias que causam a dor na garganta são eliminados.
  • Para as dores de garganta agudas, deite num copo de água morna oito gotas de óleo da árvore do chá e faça gargarejos. Repita três vezes ao dia.
  • Um remédio caseiro bastante útil é o tradicional caldo de galinha com alho, cebola, gengibre e pimenta. Este caldo quente acalma as mucosas da garganta e alivia a inflamação.

Minimizar os efeitos do ar condicionado

Nem sempre é possível evitar estar exposto ao ar acondicionado, mas algumas dicas podem ajudar a que isso não lhe cause problemas de saúde:

  • Não ajuste o ar condicionado para temperaturas inferiores a 20 graus
  • A diferença entre a temperatura externa e a temperatura interna não deve ser superior a seis graus Neste caso, se a temperatura externa é de 29 graus, a temperatura interna deve ser de 23 graus
  • Mesmo que seja muito agradável, nunca se exponha desprotegido à saída de ar frio do ar condicionado, utilize roupa que o mantenha quente
  • Também é importante evitar entrar num ambiente com ar condicionado, sobretudo se tiver o corpo suado depois de praticar desporto
  • Ir no carro com ar condicionado e ainda abrir janelas é desaconselhável. O sistema de ar condicionado deve trabalhar mais forte para poder arrefecer o ar quente de fora
  • No avião e outros transportes e edifícios públicos não é possível evitar o ar condicionado, nestes casos um casaco ligeiro e o pescoço protegido com um lenço é o mais adequado

Para evitar que o ar condicionado seque a garganta, é primordial beber bastante água para manter as mucosas húmidas e prevenir o mal estar. Evite as bebidas geladas que são totalmente desaconselháveis nestes casos. A ingestão de muito liquido, em forma de chás quentes ou mornos ou água (não deve estar gelada) protege-nos e ajuda a eliminar bactérias e vírus alojados na garganta. Também é muito adequado chupar rebuçados adequados para humidificar as mucosas.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply

Powered by WordPress | Designed by: SharePoint Site | Thanks to Virtual Server, Email Hosting and Rent Server